NEABIT promove valorização das diversas populações brasileiras

Por: Melissa Fernandes

A valorização do povo e da cultura brasileira contribui para o desenvolvimento social e econômico do país. Oportunizar a discussão qualificada sobre as necessidades de diferentes comunidades possibilita a construção de sujeitos éticos e responsáveis. Pensando nisso, o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros, Indígenas e de Povos Tradicionais – NEABIT – foi instaurado ao calendário Sócio Pedagógico do Ser Educacional a partir do ano de 2016, com a proposta de construir trabalhos acadêmicos que tratem das questões étnico-raciais.

No Recife, o projeto é desenvolvido pelos centros universitários UNINASSAU e UNINABUCO, em parceria entre o Instituto Ser Educacional, a Coordenação de Igualdade Racial da Prefeitura da cidade e a Gerência de Igualdade Racial do Governo de Pernambuco. A proposta é de estudar e pesquisar as questões voltadas à cultura e tradições dos afro-brasileiros, indígenas e de povos ciganos, ribeirinhos, entre outros, preenchendo um espaço de debate, antes vazio, quanto às temáticas acerca do preconceito e da valorização da história e cultura dos povos contemplados, abrindo assim a oportunidade de divulgação e discussão dos temas dentro do ambiente acadêmico.

Os estudos interseccionais desenvolvidos através do NEABIT possibilitam uma compreensão das opressões, atrelando questões étnico-raciais, de classe, gênero e sexualidade, impactando diretamente no desenvolvimento de uma consciência crítico-reflexiva por parte dos participantes que buscam transformar realidades por meio deste projeto social que objetiva a valorização das diversas realidades culturais presentes no território brasileiro.  

Heloísa Pimentel é a coordenadora do projeto na UNINASSAU e diz que é de fundamental importância que sejam levantados os problemas enfrentados pelas comunidades acima citadas. “Ao identificarmos as dificuldades enfrentadas pelos grupos populacionais; sejam elas raciais, étnicas, culturais ou religiosas; poderemos sugerir e fomentar soluções que tenham um impacto significativo na melhoria da qualidade de vida dessas populações.  Somos responsáveis pela formação de milhares de estudantes que estão prestes a ingressar no mercado de trabalho e contribuir para o desenvolvimento social do seu meio. O NEABIT surgiu justamente para chegarmos a esse resultado e cumprir o objetivo institucional de valorização do homem e da sua cultura”, destaca

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: